jump to navigation

10 Pontos Mariológicos

10 Pontos sobre a Mariologia

Maria foi uma mulher justa reta e bem-aventurada, foi escolhida por Deus para uma grande missão, ser a porta de entrada para Jesus Cristo na terra.
O Problema é que tal ato foi envolvido por um véu de misticismo, e abundância de antropopatia, e outras afirmações teológicas, que geraram confusão exegética, doutrinária e é uma questão em debates por muitos  séculos que geraram até Declarações Ecumênicas, das quais eu destaco a seguinte:

I. Declaração

Em prosseguimento dos cinco Congressos Mariológicos Internacionais precedentes, o Congresso de Malta (8-15 de setembro de 1983) permitiu a um grupo de teólogos anglicanos, luteranos, reformados e ortodoxos reunir-se com um grupo de teólogos católicos para refletir sobre a Comunhão dos Santos e sobre o lugar que Maria ali ocupa. Reconhecidos ao Senhor pelos encontros precedentes, e pelas convergências que surgiram, acreditam poder apresentar ao Congresso as conclusões do seu diálogo.

Nos 10 pontos a baixo discutiremos as atribuições e dogmas citados e propagados nos últimos séculos.
1- Até Maria reconhecia Deus como o seu SENHOR e seu SALVADOR.
Lucas 1.46-55 ” “Pois olhou para a humildade da sua serva. Desde agora todas as gerações me chamarão bem-aventurada”. Nos versículos 46 e 47, Até Maria necessitava de Salvação “A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador”.

2- Nunca ninguém na Bíblia adorou a Maria!
Quando o Anjo Gabriel disse: “Bendita és tu entre as mulheres”, e não bendita acima das mulheres, a mesma declaração foi feita por Isabel a Maria acrescentando: “… e bendito o fruto do teu ventre” (Lc 1.42).No Sermão da Montanha” muitos outros foram chamados de bem aventurados, mas nem por isso eles são dignos de GLÓRIAS.

3- Maria não deve ser cultuada, mas fazem o contrário.
Exortação ap. de Paulo VI (2.2.1974) =Um tal culto à Virgem Santíssima tem raízes profundas na Palavra revelada (MARIALIS CULTUS Por Papa Paulo VI Fonte: Vaticano).
Refutação: Adorarás o Senhor teu Deus e só a Ele prestarás culto (Mt 4.10b). “…há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo” (1 Timóteo 2:5-6). E que Jesus “pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” (Hebreus 7:25). E ainda que “temos ousadia e acesso com confiança, pela nossa fé nele” (Efésios 3:12).
Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a ele servirás (M t 4.10). O anjo disse a João: Adora somente a Deus (Ap .19.10; 22.9). Pedro recusou ser adorado por Cornélio (At.10.25,26).

4- Rainha do céu : Maria Vs Deusa Pagã.
A Doutrina católica diz que Deus exaltou Maria à glória celestial, como Rainha do Céu.
Refutação: “Rainha dos Céus” era uma deusa pagã que recebia culto e libações, despertado a ira de Deus, o povo foi fortemente castigado. (Jeremias 7:17-20; 44:17-28).
“Porventura não vês tu o que andam fazendo nas cidades de Judá, e nas ruas de Jerusalém?
Os filhos apanham a lenha, e os pais acendem o fogo, e as mulheres preparam a massas para fazerem bolos à rainha dos céus, e oferecem libações a outros deuses, para me provocarem à ira.”Jeremias 7:17,18

“Mas desde que cessamos de queimar incenso à rainha dos céus, e de lhe oferecer libações, tivemos falta de tudo, e fomos consumidos pela espada e pela fome.
E quando nós queimávamos incenso à rainha dos céus, e lhe oferecíamos libações, acaso lhe fizemos bolos, para a adorar, e oferecemos-lhe libações sem nossos maridos?
Então disse Jeremias a todo o povo, aos homens e às mulheres, e a todo o povo que lhe havia dado esta resposta, dizendo:
Porventura não se lembrou o SENHOR, e não lhe veio ao coração o incenso que queimastes nas cidades de Judá e nas ruas de Jerusalém, vós e vossos pais, vossos reis e vossos príncipes, como também o povo da terra?
De maneira que o SENHOR não podia por mais tempo sofrer a maldade das vossas ações, as abominações que cometestes; por isso se tornou a vossa terra em desolação, e em espanto, e em maldição, sem habitantes, como hoje se vê.
Porque queimastes incenso, e porque pecastes contra o SENHOR, e não obedecestes à voz do SENHOR, e na sua lei, e nos seus testemunhos não andastes, por isso vos sucedeu este mal, como se vê neste dia.” Jeremias 44:17-23.

5- Maria mãe de Deus( Theotokos )?

Documentos católicos afirmam:

Maria é Mãe de Deus (Catecismo #963, 971, 2677).

REFUTAÇÃO: Maria era mãe de Jesus cristo( Homem ), Antropológicamente falando, Maria foi mãe de Jesus, porem não se pode dizer que uma Criatura, é mãe d’Aquele que não foi criado.

“Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo”. Ela também diz em Colossenses 1:16-17: “Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele. E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele”. E em João 17:5: “E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse”.

6- Virgindade Perpétua (Catecismo #3499, 510) ou vida normal?

No Evangelho de Mateus, lemos: Não é este o filho do carpinteiro? Não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas. Não vivem entre nós todas as suas irmãs? Donde lhe vem, pois, tudo isso? (Mateus 13:55-56).
E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher; e não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus” Mateus 1:24-25.

7- Os 12 Emblemas de Maria tem fundamento bíblico?
Existe base para esses títulos de Maria?

I – O Paraíso Terrestre
II – A arca de Noé
III – A pomba do dilúvio
IV – Arco-íris
V – A escada de Jacó
VI – Sarça ardente
VII – Manto de Gedeão
VIII – A Arca da Aliança
IX – Templo de Salomão
X – Torre de David
XI – A nuvem (também: Fonte selada)
XII – O trono de Salomão (ou jardim fechado)
Fonte: Portalcot

Dentre essas principais afirmações, destacamos este texto

…a Moises O Senhor lhe apareceu em meio a um arbusto em chamas. Moisés observou que, apesar das chamas, o arbusto não se consumia. Ao se aproximar para esclarecer o fenômeno de um arbusto que ardia sem se consumir, ouviu a voz do Senhor: “Moisés, Moisés!”. Eis-me aqui, respondeu. “Não te aproximes daqui. Retira os pés das sandálias, porque a terra que pisas é santa. Eu sou o Deus de teus pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó” (Ex 3, 4-6).

1. A sarça ardia sem se consumir. Maria Santíssima concebeu e deu à luz o Homem-Deus sem se despojar de sua virgindade.

2. Na sarça ardente estava Deus. Em Maria Santíssima, no seu puríssimo seio, estava o Homem-Deus.

3. Deus mandou que Moisés retirasse as sandálias em sinal de humildade e respeito ao aproximar-se da sarça. Com vivos sentimentos de respeito e humildade devem os homens acercar-se da Mãe de Deus.

4. Somente após se aproximar da sarça ardente é que Moisés recebeu a autoridade e a capacidade para vencer os opressores do povo eleito. Somente aproximando-se de Nossa Senhora é que os chefes do povo católico poderão vencer os inimigos e os opressores da verdadeira Igreja e da Cristandade…

Como acabamos de ler, não existe uma única base bíblica para tais afirmações tipológicas, além do textos não apresentarem bases nas escrituras, levam o leitor a acreditar em uma doutrina na base da imposição própria.
O Catecismo da Igreja Católica diz que Maria tem um “múnus salvífico” e que “por sua múltipla intercessão, ela continua a nos alcançar o dom da salvação”. (#969).

Em Lucas 11:27-28 ele deixa bem claro que não existe uma superioridade ou deidade atribuída a Maria.
“E aconteceu que, dizendo ele estas coisas, uma mulher dentre a multidão, levantando a voz, lhe disse: Bem-aventurado o ventre que te trouxe e os peitos em que mamaste. Mas ele disse: Antes bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus e a guardam”. Lc 11.27,28.

8- Munificentissimus Deus e a Assução de Maria.

Munificentissimus Deus São as primeiras palavras da Constituição Apostólica promulgada pelo Papa Pio XII em 1 de novembro de 1950,

Na sua parte dispositiva – definição solene do dogma – o decreto tem o seguinte teor:
“44. Pelo que, depois de termos dirigido a Deus repetidas súplicas, e de termos invocado a paz do Espírito de verdade, para glória de Deus onipotente que à virgem Maria concedeu a sua especial benevolência, para honra do seu Filho, Rei imortal dos séculos e triunfador do pecado e da morte, para aumento da glória da sua augusta mãe, e para gozo e júbilo de toda a Igreja, com a autoridade de nosso Senhor Jesus Cristo, dos bem-aventurados apóstolos s. Pedro e s. Paulo e com a nossa, pronunciamos, declaramos e definimos ser dogma divinamente revelado que: a imaculada Mãe de Deus, a sempre virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre, foi assunta em corpo e alma à glória celestial”.
“45. Pelo que, se alguém, o que Deus não permita, ousar, voluntariamente, negar ou pôr em dúvida esta nossa definição, saiba que naufraga na fé divina e católica.”
“46. Para que chegue ao conhecimento de toda a Igreja esta nossa definição da assunção corpórea da virgem Maria ao céu, queremos que se conservem esta carta para perpétua memória; mandamos também que, aos seus transuntos ou cópias, mesmo impressas, desde que sejam subscritas pela mão de algum notário público, e munidas com o selo de alguma pessoa constituída em dignidade eclesiástica, se lhes dê o mesmo crédito que à presente, se fosse apresentada e mostrada.”
“47. A ninguém, pois, seja lícito infringir esta nossa declaração, proclamação e definição, ou temerariamente opor-se-lhe e contrariá-la. Se alguém presumir intentá-lo, saiba que incorre na indignação de Deus onipotente e dos bem-aventurados apóstolos Pedro e Paulo.”

No numero [47] faz-se uma referência a não ser lícito discordar ou infrigir essa declaração, Baseado nessa declaração, podemos ver que neste site temos provas cabais, de que não existe bases bíblicas para aceita-lo ou sustenta-lo.

Além do Texto postado temos a seguinte afirmação:
O Novo Catecismo da Igreja Católica declara:
“A Assunção da Santíssima Virgem constitui uma participação singular na Ressurreição do seu Filho e uma antecipação da Ressurreição dos demais cristãos”(966).
Refutação: A Assunção de Maria não pode ser sustentada pela história, Testemunhas ou Escrituras bíblicas, se de fato tivessse ocorrido, seria citada por João ou por outro escritor contemporâneo, de maneira nenhuma maneira tal episódio deixaria de ser mencionado ou passado despercebido.

9- Maria Pecou?

Ineffabilis Deus
A declaração dogmática:
…”A doutrina que sustenta que a beatíssima Virgem Maria, no primeiro instante da sua Conceição, por singular graça e privilégio de Deus onipotente, em vista dos méritos de Jesus Cristo, Salvador do gênero humano, foi preservada imune de toda mancha de pecado original, essa doutrina foi revelada por Deus, e por isto deve ser crida firme e inviolavelmente por todos os fiéis.” (Doctrinam, quæ tenet, beatissimam Virginem Mariam in primo instanti suæ conceptionis fuisse singulari omnipotentis Dei gratia et privilegio, intuitu meritorum Christi Jesu Salvatoris humani generis, ab omni originalis culpæ labe præservatam immunem, esse a Deo revelatam atque idcirco ab omnibus fidelibus firmiter constanterque credendam.)

Se Maria nunca tivesse pecado, ela não precisaria de um Salvador como ela mesmo disse:

“A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador”. Lucas 1.46-47

10- Porque não se deve praticar a Mariolatria?
A palavra idolatria vem dos radicais gregos eidolon + latreia, onde eidolon seria melhor traduzido por corpo, e latreia tendo significado adoração, neste sentido representaria mais uma adoração às aparências corporais do que de imagens simplesmente.

-Atos 17:16
16 E, enquanto Paulo os esperava em Atenas, o seu espírito se comovia em si mesmo, vendo a cidade tão entregue à idolatria.

Coríntios 10:14
14 Portanto, meus amados, fugi da idolatria.

I Coríntios 5:10
10 Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo.

Apocalipse 21:8
8 Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.

Apocalipse 22:15
15 Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.

Anúncios

Comentários»

1. NILSON MACIEL DE SOUZA - novembro 28, 2009

AMEI ESTE TOPICO E CONCORDO EM GENERO NUMERO E GRAU COM OS QUE SE DISPUZERAM A COLCOAR ISTO AO PUBLICO ESTOU FELIZ POR PODER CONHECER CADA DIA MAIS SOBRE ASSUNTOS TÃO POLEMICOS MAS DE SUMA IMPORTANCIA PARA QWUEM QUER PREAGAR A VERDADE SEM EEMTRAR EM CONFUSÃO COM QUER QUE SEJA .PARABENS .MUITO BOM ESTE TOPICO.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: